Compartilhe essa notícia

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Associação Portuguesa de Tripulantes de Cabine marca presença no Portugal Air Summit 2020

APTCA convidada a participar na discussão sobre o presente e o futuro dos Profissionais da aviação

Pelo 2º ano consecutivo a Associação Portuguesa de Tripulantes de Cabine esteve presente naquele que é considerado o maior evento aeronáutico da Península Ibérica. O evento decorreu entre os dias 21 e 23 do mês de outubro no Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor, e contou com a presença de alguns nomes sonantes do setor, não só ao nível nacional como internacional, onde se destaca a presença, ainda que de forma virtual, de Brian Pearce – Economista Chefe da IATA, Salvatore Sciacchitano – Presidente do Conselho da ICAO, Rafael Schvartzman – Vice-Presidente da IATA, Paul Bosman – EUROCONTROL (Bélgica), entre outros.

Na edição deste ano foram discutidos temas como a aviação e a transformação digital, a recuperação económica do setor, a segurança a bordo em tempos de pandemia e, como não poderia deixar de ser, o presente e o futuro dos profissionais da aviação.

A APTCA fez-se representar pelo seu Presidente, Carlos Amoroso, que participou no debate com o tema “O presente e o futuro dos profissionais da aviação”. Como moderadora participou a jornalista Cristina Esteves e no painel estiveram ainda André Lencastre – Comandante de Linha Aérea, Rui Manoel Gomes – Controlador de Tráfego Aéreo – APCTA e Alexandre Alves – Sevenair.

Nesta discussão o representante da APTCA chamou a atenção para o facto de “os tripulantes de cabine serem um dos grupos profissionais mais numerosos do setor, se não mesmo o mais numeroso, e também o mais afetado”. Além disto, Carlos Amoroso alertou para o facto de que, neste momento, e na sequência de um estudo que está a ser realizado pela APTCA, o flagelo que se vive na classe é de tal abrangência que, além dos despedimentos e das não renovações contratuais, existem outros aspetos particularmente sérios que não podem ser negligenciados, como o stress e a ansiedade entre outras questões diretamente associadas ao bem estar emocional dos tripulantes.

Importa salientar que a realização deste estudo permitiu detetar quais os assuntos mais preocupantes para os tripulantes de cabine e qual a melhor forma de os apoiar. Na sequência destas afirmações, o Presidente da APTCA falou também sobre o novo projeto conjunto com o SNPVAC, a Cabin Crew Helpline, e quais os âmbitos de apoio contemplados. De referir que a APTCA tem vindo a desenvolver este tipo de iniciativas e projetos ao longo dos últimos anos através da Cabin Crew Task Force, sem nunca esquecer os recentes desempregados e os reformados. Importa referir que a Cabin Crew Task Force é composta por um grupo de tripulantes voluntários formados em várias áreas, com particular destaque para a Psicologia.

Por fim debateu-se o papel dos tripulantes presentes na linha da frente desde o início da pandemia, os materiais de segurança disponibilizados pelas companhias e ainda a alteração dos serviços a bordo, procedimentos e rotinas, medidas tidas como fundamentais para fomentar a segurança entre tripulantes e passageiros. Esta é uma questão unanimemente reconhecida por todos os “players” do setor, que apontam o sentimento de confiança como fundamental no processo de recuperação. O representante dos tripulantes apelou à sintonia entre as instituições envolvidas, a nível internacional, de modo a agilizar processos na tão desejada recuperação do sector.

Mais Notícias

LusoAtlântica & Multicare

Tens filhos com mais de 25 anos?  Infelizmente ficaste sem contrato de trabalho durante a pandemia?  Ou tinhas um seguro de família Multicare e agora

Restruturação TAP

Em circunstâncias normais restruturar uma empresa é um desafio enorme, no entanto se a isto adicionarmos o sector da aviação como variável e então estivermos

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x